Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por cá...

Por cá...

Vamos falar a sério...

Quando a esmola é grande o pobre desconfia. E eu, pobretanas que sou desconfio. Um contrato de trabalho sem termo quando poderia ser a termo certo?! Quando lhe falei na obrigatoriedade de me pagar também o subsidio de alimentação e os subsidios de férias e natal, ele não refilou. Achei estranho. Ou já as fez ou está para as fazer...

Mas prosseguindo... Estava à procura de novo emprego e tinha em vista um curso que em nada tem a ver com a àrea em que trabalho. Mas agora fiquei balançada. Valerá a pena trocar a estabilidade deste emprego?! E apesar de serem àreas completamente diferentes, são duas coisas que gosto muito de fazer. Eu sei que o Boss é tinhoso, dificil, forreta e isso tudo, mas não haverão pontos negativos em qualquer emprego? Não valerá a pena suportar o homem em troca da minha estabilidade? Ainda por cima nos dias que correm em que um contrato sem termo é tão dificil de se arranjar! Tenho p'ra mim que irei esperar. Ficarei por cá a gozar a minha nova situação profissional enquanto aguardo cenas dos próximos episódios. E não sei, mas talvez invista num curso mais ligado a esta àrea.

Hoje ele irá ter com a contabilista para regularizar o que falta. Esta semana ficará tudo pronto, já que na próxima segunda-feira terá que apresentar toda a situação resolvida. Vamos aguardar e ver o que sai... Afinal, como diz o Garfield:

'Ele é só um mosquito a mais no vidro da janela da minha vida!'

Ora vamos lá ver...

  • Apólice de seguro de acidentes de trabalho Check!
  • Contrato SEM TERMO (segurem-me gente) Check!
  • Consultas médicas - vão ser marcadas :)
  • Inscrição na segurança social  Check!                                                                               

(Sempre quis escrever isto tudo num post, hehehehehe )

 

E para começar bem a semana

E após um fim de semana calminho em que nos roubam uma hora preciosa de sono eis que chega a 2ª feira e com ela mais um ínicio de semana de trabalho... E agora pergunto, qual a melhor forma de começar a semana qual é?!

 - Com uma visita da Inspecção geral do trabalho!

Com gaguejos do chefe ao telefone e em vista um contrato de trabalho com todos os direitos  inerentes ao mesmo garantidos penso que 'já não era sem tempo!'!

Confesso que quando o homem me entre pela porta e se identifica, toda eu tremo... O meu patrão não é uma pessoa fácil, além de ser muito forreta e eu sei que ele prefere mesmo ficar sem funcionária do que me dar um contrato de trabalho e suportar os encargos inerentes ao mesmo e foi mesmo isso que eu expliquei ao Sr. Inspector. Expliquei-lhe também o porquê de ter cessado a actividade pelo facto de não poder suportar os custos da segurança social ao que ele me respondeu que eu nem sequer tinha que ter iniciado a mesma! Descansou-me com todas as explicações possíveis  e deixou uma notificação ao meu patrão (que entretanto falara com ele pelo telefone!) onde solicitam com a data de HOJE a admissão ao trabalho e inscrição na segurança social e uma apólice de acidentes de trabalho. Deixou-me também o seu contacto e a explicação sobre o que fazer se entretanto o Boss não cumprir e me mandar embora!

Confesso que estou com medo da reacção do Boss, mas também tenho que admitir que estou feliz, porque o abuso vai finalmente acabar e eu vou finalmente ter um contrato de trabalho e todos os direitos que há quase dois anos me são negados! (Como o contrato vai iniciar agora, já estou mesmo a ver que não vou ter férias! POING!!!)

É a crise pois...

Ultimamente tudo nesta cidadezinha me lembra que ganho apenas o Salário Minimo Nacional... Ela é as Melissa na montra da loja na rua 23, são os relógios STAMP na rua 62, o vestido e as calças de ganga Tiffosi na loja nova da mesma rua... enfim...

 

 

A Vizinhança...

Anda a circular por esta blogosfera fora um desafio que consiste em enumerar as virtudes e defeitos dos nossos vizinhos e uma vez que os meus vizinhos me começam a tirar do sério, vou apanhar a onda e em jeito de desabafo vou lançar aqui os meus desagrados... Dêm-me licensa então:

 - Ora, eu moro naquela casinha geminada (é assim que se diz não é?!) há 12 anos (para grande tristeza minha) e nunca, mas nunquinha mesmo fiz uma qualquer reclamação do meu vizinho. Ele era obras (ilegais) ao domingo, era a esposa dele aos gritos com o filho mais novo e fosse lá o que fosse, eu nunca me dei ao trabalho de lá ir reclamar de nada. Já ele reclamava de tudo: dos meus cães que ladravam, chegando mesmo a bater no meu dálmata (mas levou o troco, oh se levou), reclamava da àrvore que eu tinha no jardim que lhe fazia sombra, reclamava de um barulhinho a mais e lembro-me até de mim com 12 anos e da minha irmã com 10 estarmos proibidas de brincar depois das 20h para não os incomodar. Acontece que após todas aquelas obras e frescuras, ele decidiu alugar um espaço da casa dele a um (jovem) casal com 2 rebentos (duas miudas ranhosas e sardentas com aparelho nos dentes de 3 e 6 anos).

O quarto do casal fica pegado ao meu e note-se que eu estou a falar de duas casas gémeas e antigas, pelo que a parede é comum. Ora aos sábados à noite eu ouço o casal nas suas intimidades pela noite fora.... até ás 3.30h da manhã de domingo... Seria uma animação só, não fosse ser apenas ao Sábado! Eles lá sabem... antes qualidade que quantidade não é?! Acho bem pois então. E eu sei que é apenas ao Sábado porque eu ouço-os SEMPRE! Aquela mulher não se controla!!! Jezuus! Para acabarmos com uma cerejinha no topo do bolo, às 7.44h de domingo as suas filhotas cantam as musicas da Lucy e põem a tv com o nível de som um bocadinho elevado! Pior é quando a mãezinha ri e canta com as filhotas... Mas é que esta lenga-lenga se repete TODOS os fins de semana pá!! Não se aguenta!

Já para não falar disto!

Falei com a Senhoria que lhes alugou a casa uma vez que ela também lá mora, no sentido de os chamar a atenção. A resposta não poderia ter sido melhor: ''Ai, eles são tão estranhos e têm uma linguagem tão má que eu até tenho medo de lhes falar! Você nem diga nada ao meu marido!'' POING!! Só não sei se ela se acanha assim quando lhes pede o aluguer da casa!!

 

Update...

A gripe começa a dar os primeiros sinais de fraqueza e eu começo a voltar ao meu estado normal, ainda que devagarinho... Estava hoje ao almoço, absorvida pelos meus pensamentos acerca do que está a ser este meu novo ano e dei conta de que o problema era a minha falta de projectos, a minha inércia... ok,  isso eu já sabia, o que não tinha reparado é que a responsável por aquela rotina que me sufocava era apenas eu!

Este ano, fui mais vezes ao cinema, li mais, fui a concertos (ok, foi só aos Stomp, mas espero mais oportunidades e pretendo ir a muitos mais) fiz novos projectos, tendo quase todos eles a ver com a minha formação e comecei a organizar as minhas coisas pendentes de modo a resolve-las de uma só vez! Com isto tudo reparei que em apenas 3 meses de 2009, sinto-me muito mais preenchida que durante todo o ano de 2008! É que a minha vida está finalmente a mover-se!!!

A urgência em mudar de emprego mantem-se, mas de uma forma diferente. Pretendo tirar o curso do qual já falei antes aqui no blog. Para os mais curiosos é um curso de 'Técnico Auxiliar de Farmácia' e aí sim, começo a procurar um emprego nessa àrea. Gostava também de fazer uma recertificação do meu curso de Socorrismo (entretanto caducado) e também já comecei a tratar disso. E posteriormente, há ainda mais duas formações em vista! Estes projectos são a lufada de ar fresco que me faltavam. As expectativas que se criam, os objectivos em si dão-me o ânimo que me faltava. Além de que as oportunidades que me podem trazer, fazem-me relaxar o peito e tornam até este emprego mais suportável. A urgência em procurar outro emprego tinha-se tornado uma obcessão e a cada resposta negativa que recebia de uma candidatura era mais um motivo para andar desanimada e com a auto-estima no chão. Por isso era urgente mudar a técnica. Pode não parecer, mas eu gosto de desafios. E estes foi aos quais me propus. So, whish me luck!!

 

O meu blog é um doce...

E quem o diz é a Tammi (esta moça estraga-me com mimos!). Na realidade este prémio já cá cantava há uns dias, mas só hoje é que foi publicado!

E aproveito desde já para mandar um beijo gordo à Tammi e um Xi -  para lhe agradecer o prémio.

 

E agora passo-o à Dommi, à Anaaatchim, à Me@@@, à Andreia do Flautim, à Indecisa, à Myosotis, à Sete-Vidas, à Angie... (eu sei que me estou a esquecer de alguém... dasss)

 

 

 

I give up

Desisto a sério! Não pertenço mesmo à classe dos heróis... Vou à tarde para casa dar-me por vencida.  Tirar a tarde para descansar e para fazer um monte de coisas pendentes para as quais o boss não tem o minimo de consideração?

Posso permitir-me uma unica tarde de interregno? Posso?! É que eu trabalho aqui à 2 anos e nunca tirei um unico dia de férias... E a consideração?! Nenhuma! Por isso talvez me permita mesmo ficar em casa a curtir os efeitos do meu anti-inflamatório. É que eu hoje vim de novo trabalhar doente e ainda ouvi reclamações porque cheguei 4 (QUATRO) minutos atrasada de manhã ''e isso não pode ser assim!'', e ontem não me deixou sair mais cedo 30 minutinhos porque ''essas dores passam-te bem com ben-u-ron'' (não digam a ninguém, mas ontem tomei meia caixa de 1g e continuei com um ouvido a latejar pelo dia fora) e além disso ''sempre posso ir às urgências a qualquer hora''! Agora pergunto eu: Cadé a consideração?! E o agradecimento, o reconhecimento do meu esforço e a solidariedade para com o meu estado de saúde?! Humm? Exactamente!!!

A partir de hoje à tarde, este blog estará encerrado por motivos de saúde!

A Gerência agradece a compreensão

 

Pág. 1/5