Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por cá...

Por cá...

2012

2011 não foi definitivamente um bom ano.

Ponto.

 

Muitas das metas às quais me propus não foram atingidas, o que me faz chegar ao final destes ultimos 12 meses a sentir-me frustrada! Fora as desiluções, algumas comigo própria. E o desamor. Esse dói.

Foi o ano em que me senti menos bem comigo mesma.

 

Mas também foi o ano em que percebi que tinha de mudar. Tinha de sair da minha zona de conforto, arriscar, perder medos e traçar novas metas. Foi o ano em que alguns relacionamentos foram clarificados, alguns laços foram rompidos e outros que se estreitaram ainda mais.

 

E é com esse espírito que entro em 2012: novas metas a traçar e muitas transformações a aceitar [sim, eu sinto-me a mudar].

Sei que não será um ano fácil, mas sei que será um ano bom. Tenho a certeza!

O meu Natal

Pois que o Natal foi muito bom obrigadinha!

Comi muita aletria, muito bacalhau com couves, algum leite creme, uns poucos bilharacos [ou pastéis de abóbora, se preferirem], chocolatinhos [poucos Mon Chéri que são os meus preferidos e também os menos oferecidos, sniff sniff] e ainda 2 rabanadas de leite, com caldinha bem boa! E ainda sobrou espaço para o pudim de claras e no almoço, no dia seguinte empanturrei-me também das mesmas iguarias, qu'isto o Natal é só uma vez por ano e por isso há que aproveitar.

As prendinhas foram boas [poucas mas giras e úteis]... este ano eram mais dois à mesa, portanto foi bem mais animado [o Rafa aprendeu que tem que mostrar os dentes de cada vez que lhe apontamos uma câmara e a Matilde delirou com um Nenuco... ou com a chucha do Nenuco vá!].

Uma mesa grande que não deu para fotografar numa foto só, cheia de gente mais ou menos bem disposta, mas toda junta... e isso é que é o Natal.

 

 

 

E o Natal é isto :)

Já temos tv [consegui! Depois de chatear toda a gente, o Boss ofereceu uma que não usa]

Não temos é o descodificador digital terrestre e não me parece que a tv que temos seja compatível.

 

Mas tenho até dia 12/01/2012 para resolver esse pormenor.

[contem-me tudo sobre isto, ajudem lá, please!]

 

E eu que dizia que andava sem espírito para o Natal, fui salva por dois meninos que eu nunca vi, com menos do que eu e com 8 e 10 anos :)

Obrigada

 

Serviço Publico

Em relação a este assunto, tenho a dizer que sim, correu tudo muito bem, os tamanhos são perfeitos e eu não podia estar mais contente com as peças. A entrega foi relativamente rápida e na caixa de entrada dos e-mails é-nos dado conta de todos os passos da nossa encomenda.

Quanto a meios de pagamento, paguei com Visa, no entanto podem optar por paypal [eu não tenho conta no paypal], é simples e cómodo e podem escolher um local de entrega [ou na vossa casa ou noutra morada qualquer ou ainda numa loja Mango perto de voces]. Escolhi a ultima opção, assim podia falar com uma funcionária da loja e tirar algumas duvidas sobre esta questão. E caso corresse bem, poderia fazer mais compras online, já que no site aparecem sempre coisinhas mais giras que na loja - os dois casaquinhos que comprei, por exemplo, não estiveram à venda nas lojas [a menina gostou tanto deles que pediu autorização para copiar :D].

Perguntei qual era o procedimento caso as peças não me agradassem ou os tamanhos não fossem correctos e explicaram-me que a devolução das peças pode ser efectuada em qualquer loja Mango, onde nos é entregue uma guia para controlo e o pagamento é-nos devolvido depois para o cartão no prazo máximo de cerca de 15 dias. Easy.

Gostei. E pronto, para as meninas que como eu nunca tinham encomendado nada dali, fica a explicação.

Entretanto tinha ficado de olho num top lindo lindo para o réveillon, que acabou por ficar na loja por causa da minha consciência que me pediu para não o trazer... devia saber de alguma coisa sobre as multas que estavam à minha espera em casa... :D

Ângela, a fora da lei...

Pois, estava eu aqui toda ''gaiteira'' a dizer que isto ia lá, que até já me sentia mais contentinha e teca teca teca quando ontem, chego casa [feliz da vida com a minha encomenda Mango na mão] e o meu paizinho espeta-me com dois envelopes na tromba.

Olhei para os remententes e pronto... época de festas estragada. Sim, porque toda a gente sabe que receber cartas das finanças ou da GNR nunca é bom agoiro né?

Agora não sei quail das coimas pago primeiro.

A do excesso de velocidade [fónix, mais valia perder uma semana de trabalho, ficava mais barato] ou a do IUC [paguei no dia 03/05 quando deveria ter pago a 02/05 - ladrões. Picuinhas!].

 

Ora então um feliz Natal para voces também!

Xulos!

2012

Be Gentle.

Já tenho agenda, por isso não sejas caótico e ajuda-me lá sim?

E está em espanhol, para eu poder aprender e exercitar a lígua de nuestros hermanos :D

 

E é gira, pronto!

 

Recomeços...

Já não pintava as unhas desde o dia 24/09/2011. Ontem fiz a manicure e pintei-as. [Ok, é verniz transparente, mas é um começo - deslarguem-me!]

Recebi o meu primeiro presente de natal. De uma colega que já não via há imenso tempo e portanto, um presente de quem eu menos esperava [o que dá um sabor especial ao mesmo, diga-se :D]. A minha encomenda da Mango online correu bem [até ver] e já tenho ordem para a ir levantar. O cabeleireiro já está conversado e o almoço com a amiga de infância também está agendado. O jantar com as amigalhaças idem e ainda um outro, depois das festas, com uma amiga especial também já tem data.

 Estou com vontade de fazer os embrulhos de Natal às prendas que já comprei e o espírito Natalício está a chegar, ainda que aos pouquinhos. Com cheiro a canela, abóbora e chocolate.

 

Mentia se dissesse que está tudo bem. Mas a verdade é que começo a sentir pequenas mudanças. Em mim principalmente... respiro melhor, começo a sentir alguns medos dissipar-se, começo a sentir alguma tranquilidade e menos culpas. Não sei dizer muito bem quais, mas sim, sei que são menores. Menos pesadas e menos notadas. Estou a perdoar-me e a minha auto-exigência vai diminuindo, começo a olhar-me com alguma paciência [coisa que eu nunca tive], tolerância e benevolência. E isto, é mais do que eu pedia.

 

Há muitas arestas para limar ainda, muitas cedências a fazer e sobretudo, muitos objectivos a delinear e a alcançar. E com eles as lutas que surgem.

Neste momento, estou a passar por um Inverno. Com muita tempestade cá dentro, muito frio, o que me obriga ao recolhimento, a repensar[me], a analisar e a descansar. Mas estou confiante que vem aí uma Primavera. Um pouco ventosa, até pode ser. Mas vai-me trazer pelo menos algumas flores.

 

 

Angela, a Grinch

Eu adorava o Natal. E continuo a gostar desta época, no entando, reparo que a cada ano que passa o espirito natalício vai diminuindo exponencialmente. De tal forma que este ano, apesar dos enfeites, das azevias de batata doce que fiz e dos presentes que fui comprando, é praticamente inexistente. Nem a Diana Krall a cantar 'Let it snow' no carro ajuda.

Por mim saltavamos já esta época [ok, paravamos para trocar os presentes, uma vez que já os comprei] e íamos logo para 2012, já que se 2011 não acaba depressinha, quem acaba aqui sou eu!

 

Pág. 1/2