Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por cá...

Por cá...

Sim, estou de mau humor. É segunda-feira!

Já não é a primeira vez que leio por aí em blogs a frase: 'Vem aí uma semana inteirinha de trabalho!' ou 'Vai ser a semana cheia de trabalho, todos os dias!' e fico a pensar: Mas isso não é normal? Costumam trabalhar só meia semana é?!

É que para mim, todas as semanas, eu trabalho todos os dias...

Pronto, era isto! São duvidas que me pairam na cabeça às vezes!

TGIF

Não sei se será do tempo cinzento e carregado (apesar da temperatura amena), se será das férias ainda lá longe, não sei. Sei que há já uns dias tenho andado cheia de sono. Sinto que cada pálpebra minha pesa cerca de 30 toneladas e eu, franzinha desta maneira não as aguento abertas. Aliás, nos últimos dias não tenho podido mesmo com um gato pelo rabo. Mesmo um gato dos pequeninos.

O café já não resulta, acho que lhe ganhei imunidade, e por isso, resta-me depositar esperança no fim de semana que aí vem. Pelo menos para dormir mais um bocadinho. E depois, rezar a todos os santinhos (e ao S. Pedro) para que venha sol e calor (e ai da alminha que se queixar do calor e vier dizer que é demais, e que tanto calor não pode ser e os ronhónhós do costume!) para me poder deitar ao sol a apanhar alguma cor e a vegetar entre a areia e os banhos de mar.

 

 

4 semanas e meia

Não, não é o título a um filme badalhoco. 

É o tempo que me falta para tirar um dia (sim, um diazinho apenas) de férias. E passados mais uns dias é que tiro as férias propriamente ditas (para estas portanto ainda faltam p'ra cima de 5 semanas).

Tenho p'ra mim que me acabo antes disso! 

...

M. dera a volta ao mundo em bicicleta, se lhe perguntavam porquê respondia sorrindo ‘’distração’’. A determinada altura estava tão longe de casa, que tanto fazia voltar, quanto seguir em frente. Na festa do seu centésimo aniversário, apareceu a televisão.

Qual o segredo? – Perguntaram-lhe.

M. respondeu, sorrindo: ‘’Distração’’.

 

José Eduardo Agualusa

‘’A teoria geral do esquecimento’’

 

 

Dos programas de culinária...

nomeadamente do José Avillez, ficam algumas considerações debitadas por mim em voz alta enquanto vejo o programa sozinha em casa:

 - Num só programa ele diz 1256 vezes a palavra 'crocante' - arranjem-lhe um dicionário de sinónimos por favor... ''A massa tem de ficar''... espera, não digas, deixa-me tentar adivinhar: ''Crocante?''

 - Flor de sal em tudo... aos punhados. Ele não tem colesterol? Tanto sal!

 - Ah ah - também suja o fogão! Pensei que fosse um defeito só meu.

 - Prove| stop | já | stop| em | stop | sua| stop | casa | stop - é, impressão, minha, ou, ele, fala, tipo, telegrama?! (as vírgulas são propositadas).

 - É um chato!

 - Dança mal!

Pronto.. era isto