Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

e eu a dar-lhe... hoje quero implicar com alguma coisa, por isso, deslarguem-me!

E depois andamos numa tentativa de aliviar a neura e vamos navegando por esta blogosfera fora e deparamo-nos com aquelas alminhas que têm vidas perfeitas, mas tão perfeitas que metem inveja à cinderela [depois de ter casado com o principe, claro].

Têm o melhor marido/ namorado e os melhores filhos do mundo. No emprego tudo sorri, e mesmo quando não têm emprego isso é só um mal menor [ou deve ser, porque há de tudo, desde compras atrás de compras apregoadas a fins de semana em retiros e coiso]. Estão sempre de bem com a vida e tudo são rosas [ou margaridas vá, que não têm espinhos] e os passarinhos cantam e tudo e tudo e tudo.

 

Ora que bom! Eu fico um bocadinho invejosa. Pronto, confessei.

Mas no meio disto tudo há uma coisa que eu não entendo: se as vidas são assim tão perfeitas, o que fazem em frente ao pc a postarem 325 posts/dia? Humm?

Se o marido/namorado e filho/filha ou cão/gato ou periquito são assim tão perfeitos, porque é que perdem tempo a apregoar isso de hora em hora em posts ou no facebook em vez de estarem juntos dessas pessoas maravilhosas a desfrutar dessa vida maravilhosa? Hummm?

 

Ou então digam-me o que é que fumam que eu também quero!

5 comentários

Comentar post