Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Culpas

Durante a época depressiva pela qual passei [sim, quero acreditar que já passou], muitas vezes duvidei de mim própria. Pus-me constantemente em causa. No fundo do meu ser, acreditava que merecia aquilo pelo qual estava a passar.

Acho que acontece a toda a gente que passa por uma fase menos boa. Temos tanta necessidade de encontrar os culpados que muitas vezes é tudo tão absurdo que nos sentimos enlouquecer e começamos a questionar se tudo não advirá daí. ''Talvez seja eu!'' ''O problema deve ser meu!'' ''Talvez eu mereça!'' Expressões que nos começam a passar pela cabeça e arrasam a já tão pouca auto-estima que nos resta.

E com isso vem a resignação.

Resigmamo-nos aos nossos problemas, ao nosso estado depressivo, porque merecemos aquilo por que estamos a passar. Passamos a viver de cabeça baixa para o mundo. Para connosco próprios até.

Este ia sendo o meu maior erro.

 

 

5 comentários

Comentar post