Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por cá...

Por cá...

...

Há alturas em que me apetece recomeçar de novo.

Pura e simplesmente fechar uma porta e abrir outra. Deixar para trás o que chateia, dói e incomoda.

Alturas em que me canso de tentar colar o que está partido, ou de arranjar o que já nasceu mal, porque, por muito que me esforce, a marca do dano fica lá. A relembrar que não senhor, não está tudo bem e há ali uma fenda qualquer.

Neste momento é assim que estou. Cheia de cola. Farta das tentativas frustradas de tentar consertar o que não estava bem e com a sensação de que, ou aceito esta merda e me resigno ou então acabo-me aos poucos.

E a verdade é que, à bem pouco tempo, virei a mesa e recomecei de novo.

Acho que não valeu a pena.

O peito, o corpo e a vida doem mais.