Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Arrumações, decisões, demissões e quejandos acabados em 'ões'

Um dos objectivos para o novo ano é arrumar o que não me interessa e me faz sentir mal.

 

E num dos empregos, o pagamento é certo, embora o dia do mesmo nunca o seja. E isto a mim parece-me toda uma total desconsideração para com quem tabalha. Até porque eu sou certa nos meus horários, podem contar comigo todos os fins de semana e para o que precisam, no entanto, para pagar as minhas contas eu nunca posso contar com o salário. Ora, se não é para contar com o salário, então fico e casa e não conto com nada mesmo! 

Todos os meses, quando ligo a saber do pagamento, sinto-me uma pedinte, o que é estupido, uma vez que trabalhei e ao pagarem-me não me estão a fazer favor nenhum! Mas é inevitável eu acabar por me sentir mal, melindrada e desvalorizada... Se a minha auto-estima nestes dias anda nas ruas escuras da amargura, isto tudo não me ajuda nada. Nadinha mesmo. (mentira, eu acho que na verdade nem auto-estima tenho, mas adiante...)

Este fim de semana terei a ultima conversa, mas desta feita é para me vir embora mesmo. Estou cansada, farta e ao fim de um ou dois meses nisto, acho que já é mesmo desconsideração total e absoluta, quer por mim, quer pelo meu trabalho.

 

 

1 comentário

Comentar post