Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Dos ciclos

Hoje fechou-se mais um ciclo.

Um ciclo que eu sentia de devia fechar há muito. Sabia disso... mas existem laços e obrigações que impomos a nós próprios (ou que nos são impostos vá) que muitas vezes nos fazem querer manter as pessoas e as suas relações nas nossas vidas e ir calando. Até nos darmos conta que nos anulamos muitas vezes nessas mesmas relações. Acabamos a dizer sim só para não haver mais uma discussão. Calamos só para não prolongar um mal entendido ou pedimos desculpa só para que tudo fique por ali.

A questão é que hoje percebi que ando atada a relações que já estão de costas voltadas para mim há muito. Que não me fazem bem e que simplesmente não fazem sentido na vida que quero para mim nem para a pessoa que quero ser. E eu não quero ser uma pessoa que se cala e que se anula constantemente por todos. A vida é um permanente deixar ir, uma sucessão constante de ciclos em que este aqui encerrou hoje. Sem culpas nem ressentimentos.

Deixar partir quem não me faz bem, seja quem for. 

 

3 comentários

Comentar post