Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Reparei que nos últimos tempos deixei de fazer muitas das coisas que mais gostava de fazer.

Ando sempre demasiado ocupada com coisas que geralmente ao final do dia, eu já não sei bem o que foram, mas que me obrigaram a andar de um lado para o outro e me retiram tempo para o resto. E esse resto fazia-me tão bem, bolas.

Esse resto que há uns tempos era tudo. Eram os livros, a meditação, as caminhadas…as coisas que me faziam bem e que eu agora nem em 2º plano as pus. Não as pus em plano nenhum aliás.

O que é certo é que estes dias, com tudo o que me aconteceu, pus-me a pensar nas coisas que me fazem feliz no dia a dia. Desesperadamente.

Porque precisava de encontrar uma restiazinha de luz, pensei no que é que me fazia sentir bem para que eu pudesse ter onde recorrer naquele momento. Calcei uns ténis e fui caminhar com a minha irmã pela cidade. E este fim de semana quero estar com gente boa e por isso já falei com amigos para aparecerem para jantar. E já pensei nos livros que quero acabar de ler.

Preciso tanto, tanto de me encontrar em paz. Preciso tanto de parar, recolher-me e ficar ali, nem que seja só um bocadinho para ver se o coração desacelera e a esperança se renova. Preciso tanto de acreditar mais uma vez que as boas notícias também vão acabar por chegar.

 

 

1 comentário

Comentar post