Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por cá...

Por cá...

No shopping

Na sequência de uma demissão de um emprego tido como certo e estável, vem a necessidade de poupança e controlar gastos. De há uns tempos para cá, tenho tentado reduzir alguns gastos e fazer uma poupança. A ideia é organizar as minhas finanças e ter um pé de meia para a eventualidade de alguma emergência surgir. 

O principal gasto foi na roupa/ sapatos/ acessórios/ maquilhagem... enfim. Coisas de gaja. Já fui mais consumista e passei mesmo pela fase do ''estou mesmo a precisar de uma blusa igual a esta'' ou ''um vestido destes dá com tudo e é intemporal, nem é uma compra, é um investimento!!'' Sério!! 

Agora sou mais ponderada e confesso até que não tenho a minima paciência para andar de loja em loja, sinto-me cansada e pesada no centro comercial, compras online geralmente ficam a meio porque não tenho pachorra para andar de clique em clique... enfim. 

Continuo vaidosa e gosto de me arranjar, volta e meia lá compro um mimo para mim, mas agora isto acontece com muito pouca frequência. 

[Este fim de semana dei uma volta pelos saldos... gastei tudo com a Infanta. Não resisto a um folho! E as recentes colecções ajudam muito na poupança - entre mangas de balão, camisolas sem forma e enormes, bordados a imitar os paninhos da loiça do antigamente, casacos e fatos que parecem o pijaminha de cetim e o robe dos anos 90 e os chinelos de pêlo com orelhinhas, é muit fácil não gastar um tostão em nada...]

Mas o objectivo deste post é exactamente esse: as vezes em que me mimo. Sem precisar.

Esta semana, após um passeio pelos saldos sem ver NADA que gostasse, acabei por comprar um casaco. Não custou uma fortuna e é giro e quentinho, confortável e dá um jeitaço neste tempo de chuva... Mas a verdade é que eu não precisava do casaco e trouxe-o apenas porque sim. E estou irritada com isso. 

Confesso até que andei de um lado para o outro à procura de alguma coisa, uma coisa qualquer para comprar. Estupido eu sei... e agora sinto-me até meio culpada.

Mas adiante... uma das resoluções para 2018 é mesmo a redução deste tipo de compras. A verdade é que desde que o comecei a fazer, a minha relação comigo mesma até mudou para melhor: sinto-me bem com o que visto (ainda que não apareça em blogs de moda), tenho mais espaço em casa, quase que não tenho a sensação de que não tenho nada para vestir, ganhei mais apreço pelas minhas coisas... e a culpa por ter gasto x€ naquela peça quase que desapareceu (quase, porque situações como as que contei ainda acontecem).

Por isso lá está: vou tentar reduzir ainda mais o meu consumo por esses itens. Vou dando o feedback por aqui ao longo dos dias.