Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Regresso

Tenho saudades deste espaço. De escrever aqui as minhas peripécias, as minhas tristezas... Das pessoas com quem me fui cruzando, umas apenas virtualmente, com outras cruzei barreiras e cheguei mais longe. Fui ao Seixal graças a este blog, para dar um abraço de aniversário a uma amiga que fiz por estas bandas. E tantas vezes penso nela e em como devia já lá ter ido mais vezes. Ela, que passou por momentos tão duros que me fez sentir o peso da impotência e me deixou a pensar que este abraço me faz mais falta a mim do que a ela. 

Quando me mudei para a minha casa, pensei nela e em como gostaria que ela a conhecesse um dia. Porque, apesar dela não saber, foi um bocadinho com a força dela que consegui.

Fui até a Aveiro fazer uma das melhores amigas e confidentes que tenho hoje. Daquela com quem choro e rio, digo asneiras e falo a sério e sem pudores, tudo na mesma conversa, na mesma frase ás vezes. Provei os melhores éclairs do Porto com outra. Rumei a Norte e passeei Braga. Testemunhei alegrias, tristezas e desesperos, e pude, também eu, despir-me de pudores e auto-censuras e chorar tantas vezes perante elas.

Gostava de voltar aqui. Gostava de voltar a ler blogs de gente real. De gente que compra brincos em saldo na Parfois, faz compras no continente e almoça aos domingos em família (embora só veja gente com roupa zara, compras online de aveia biológica e jante sushi e almoce brunches). Pessoas assim como eu, com quem eu me identifique. Talvez por causa desta escassez, eu tantas vezes abra este blog e fique a pensar que não tenho nada para escrever. No domingo almocei o tradicional assado. Não gosto da Zara. E o ultimo sushi que comi, fui à meses.

Mas pronto... vou tentar voltar. Aos pouquinhos. :)

4 comentários

Comentar post