Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Por cá...

Por cá...

RESTART

Em 2014 a minha vida mudou. E consequentemente mudei eu também.

Não foi um ano bom, de todo, mas foi um ano de mudanças muito grandes. Mudanças essas que permitiram que hoje eu estivesse melhor e um bocadinho mais forte, embora, em dias ou noites menos bons, eu duvide dessa força. É que às vezes os dias doem demais e então eu permito-me ir abaixo e atiro a toalha ao chão, mas é só para recuperar folego. Porque sei que o caminho ainda vai a meio e eu, farrapo que estou tenho que muito que costurar na alma e na pele.

Em 2015 a mudança continua.

Mudança de gentes, de vida, de casa… e, ainda que existam despojos antigos, há uma força nova. Uma fé nova que me dá a certeza que sim, eu posso ser feliz. Embora comer sozinha continue a ser uma bosta.