Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Bad Mood

Hoje estou num daqueles dias chatos em que nada me parece bem!

Em que penso e repenso em círculo... ou seja: chego sempre à mesma conclusão! Sinto-me uma insatisfeita. Sinto que algo não está bem e eu não sei o quê, nem o que fazer para descobrir! E não pensem que são nostalgidas da época, porque a verdade é que me sinto assim várias vezes! Queria dar um rumo diferente à minha vida, fazer coisas simples das quais estou privada há imenso tempo! Queria voltar a passar tardes em confidências com as amigas, queria ter horários e não andar sem saber a que horas vou poder fazer seja lá o que for! Queria sair do trabalho e ir para casa, queria tantas coisas e tão simples... De tão simples que são pareceriam loucura coloca-las aqui.

Depois do Natal queria que tudo fosse diferente. Queria tempo! Apenas isso... Estou farta de ter que me levantar a correr para ir trabalhar, comer a correr para ter tempo de ir à lavandaria/ supermercado/ banco ou whatever antes de voltar ao trabalho (sempre com uns minutinhos de atraso). Estou farta de sair do trabalho ao fim do dia e ir para para o Restaurante, ouvir queixumes, aturar briguinhas, a má disposição e má cara de quem me deveria agradecer. Ter de aguentar em nome de uma coisa qualquer que define a boa relação entre pais e filhos todos os golpes, todas as humilhações... farta de sair e ir ter com o namorado que se esforça por entender mas que reclama também atenção... farta de chegar a casa e ter que limpar/ arrumar/ esfregar/ guardar... ter que preparar tudo para a rotina seguinte e farta de tentar entender porque é que o meu dia tem que ter mais do que as normais 24 horas. Farta de ouvir do outro lado: ''Mas andas cansada de quê?!"

E ainda ter que dar razão a quem me atira com a frasezinha acima... porque mesmo andando sempre a correr, nunca consigo ter nada pronto, nada acabado, nada organizado, nada feito e a pilha de roupa para guardar vai aumentando de dia para dia, o pó vai-se acumulando em consequência da falta de tempo, dos adiamentos consecutivos, o corpo vai-se ressentindo e a cabeça perde-se e confunde-se no meio desta vida...

E a isto apetece-me responder com todas as palavras feias, todos os impropérios... sei lá!

Queria um antídoto, uma saída, um escape, uma cura, uma coisa qualquer que me tirasse disto. Queria ânimo, disposição, chocolates, tempo, chá, livros e compreensão, tudo no sapatinho!

E queria deixar de me sentir uma cabra egoísta e mal agradecida por lamentar a vida que levo...

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D