Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Crise ''doméstico-existencial''

Antes de mais nada, convem salientar que eu adoro ter tudo arrumadinho e limpinho e cada coisa no seu devido lugar. Não sei fazer aquelas limpezas ditas ''mais superficiais''... quando pego no paninho ou na esfregona é para limpar a sério... Mas sou incapaz de viver para isso! Por favor digam que eu sou normal e não sou nenhuma mulher desleixada e sem vida... Conheço gente que não sai de casa porque tem que limpar o pó! Gente que não se cuida porque tem que limpar a casa. Gente que abdica de um passeio ou da companhia de alguém porque tem o chão para esfregar...

E eu também gosto de limpar a minha casinha e de ter tudo num brinquinho, mas não deixo de fazer outras coisas. Não deixo de estar com o P. em troca de aspirar a carpete. Nem deixo de cuidar de mim em prol da pilha de roupa que tenho para passar. Nem deixo de ir ao cinema, de ir a um qualquer lugar com uma amiga ou até mesmo com o mais que tudo por causa do pó que tenho na mesa de cabeceira.

Se limpo a casa? Claro, mas não é para isso que vivo!

Mas nem sempre fui assim... vivia frustrada porque nunca tinha tempo parta nada, porque 'ainda na semana passada passei a ferro uma pilha de roupa e hoje tenho que ficar em casa (outra vez) porque há mais para passar'... e aí percebi que por muito que andemos de vassoura e ferro de engomar em riste, vão sempre haver coisas em casa para fazer e além disso, mais tarde não é do tempo que passamos a cuidar da casa que nos vamos querer lembrar. Quando nos perguntam como correu a semana, não é ''a fazer as tarefas domésticas'' que vamos querer responder.

E por isso, vou namorar quando puder, limpo o pó depois. Vou ao cabeleireiro, passo a ferro depois... a casa é minha, não sou eu que sou da casa!

 

(E antes que me crucifiquem, aviso desde já que não moro em nenhum acampamento de ciganos, sim?

Mas agora a sério, sou a unica a pensar assim? Sou uma desleixada?)

13 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D