Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

E 365 dias depois...

No próximo dia 1 faz exactamente um ano que estou a trabalhar neste local.

Quando me ligaram a perguntar se teria disponibilidade para começar já no próximo dia 1 de Junho, lembro-me de ter sentido o meu peito explodir. Bolas... depois de tanto tempo a aguentar um trabalho (aquela situação nunca poderia ser chamada de emprego) que me desmotivava, que me fazia sentir infeliz, que me despia de tudo, de amor próprio, de sorrisos, de vontades, de objectivos e de sonhos... ia finalmente ter um emprego a sério! Aquele emprego que eu queria. Com horários, com funções definidas, com instalações e material a sério, com colegas de trabalho, com contrato de trabalho, férias e subsidios, tal como mandam as regras.

Naquela altura, não me preocupei com o valor do ordenado. Para quem se encontrava na situação em que eu estava, isso era apenas um pormenor acreditem em mim.

Um ano depois, o balanço é muito positivo.

Já fiz amigos aqui, a Sra. do cabeleireiro ao lado cumprimenta-me todos os dias com um 'Bom dia'. O Sr. da livraria acena quando me vê chegar. O Sr. da padaria diz-me sempre o seu 'Olá, bom dia menina bonita...' e as meninas que lá trabalham já sabem o que 'o costume' é o café e aquele pão d'água quentinho com manteiga que eu sei que sai do forno pelas 9:20h da manhã.

No ínicio sentia-me presa, poucas funções delegadas, não tinha o hábito de trabalhar com alguém, já que no antigo trabalho tinha todas as funções a meu cargo, não conhecia ninguém, não sabia quem era o cliente X ou Z... e lembro-me de ter medo. Muito medo! Um ano depois, sinto-me bem! Os clientes já confiam em mim, ligam e pedem para falar comigo, sabem o meu nome...

O trabalho é feito ao meu ritmo e eu sei que não estão descontentes com ele...

 

Mas nesta altura começo a achar que realmente o valor ao fim do mês realmente conta! E um ano depois, começo sinceramente a pensar que eu merecia mais... já provei isso, já fiz por isso e o medo desta vez é de que a desmotivação apareça. Que ela se comece a instalar...

 

 

13 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D