Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por cá...

Por cá...

...

Há coisas que me irritam muito. Outras que me deixam triste. Umas que me deixam revoltada e há ainda as que me magoam profundamente.

E há coisas que me fazem isto tudo ao mesmo tempo.

E uma delas, a pior de todas é quando queremos ajudar alguém com todas as nossas forças, perdemos tempo, gastamos lágrimas, abrimos os braços, damos de nós e damo-nos a nós. E do outro lado, não aceitam a ajuda. E nós ficamos ali, a sofrer... porque nos dói sempre muito mais quando vemos alguém que amamos a sofrer do que quando as coisas acontecem connosco. Eu pelo menos sou assim.

E depois, num dia em que não podemos fazer nada, nos ligam, a pedir um favor de m*erda, para lá de rídiculo e para o qual nem temos disponibilidade. Ora fod*-se sim?!

É para isto que precisam de mim?

Percebes que precisas de abrandar quando...

... em conversa com uma colega ela te diz que se encontra a encerrar o 'ciclo Samuel', e tu, páras o que estás a fazer e vais imediatamente ao Google ver o que é o ciclo Samuel. Até que te dás conta que 'Samuel' era o nome do homem com quem ela andava a sair.

Encerrar o ciclo Samuel quer dizer portanto, que ela desistiu de investir em quem não a merecia, e não se trata de nenhuma doença, síndrome ou coisa parecida!!! Menos mal.

Vamos lá ser honestos...

Eu leio por aí que estes dias cinzentos são muito bons.
Que a chuvinha é boa. E que o aconchego das lãs é maravilhoso para este tempo frio e nhé nhé nhé. Até eu, no final do Verão caio na asneira de dizer que este tempo é maravilhoso e mal posso esperar para voltar a calçar aquelas botas giras e falo das saudades dos casacos. Tretas minha gente. Isto só é bom quando não temos que sair de casa. O que definitivamente não é o meu caso.
Este é o tempo dos guarda-chuvas partidos. Das mãos e pés gelados de manhã até à noite. Do cabelo desgrenhado. Do frio. Do nariz a pingar, da voz nasalada...
E isto minha gente, não me venham com tretas... é uma m*rda.

 

Até seriam razoáveis se eu tivesse dinheiro para comprar botas e casacos giros... coisa que não se verifica, com muita pena minha!!!

Google Pinóquio

Diz o Google que com a nova versão há muito menos spam! E é verdadinha sim sr!

A minha caixa Spam está cada vez mais vazia. Em contrapartida mails com 'Enlarge you penis' e 'Novos jogos Grátis' em assunto entopem-me cada vez mais a caixa de entrada, isto com os do Polvo-Paul, essa grande estrela do Mundial 2010.

Ó Google, amor, assim até eu. Andas a aprender a ser aldrabão com o Governo não andas?! Ora confessa lá!

E uma aspirina para este mal, não há?

A parte que eu mais gosto nisto tudo aquela em que a Sra aldrabona, ministra da saúde digo, tem o cuidado de lembrar às farmácias que quanto mais caro venderem os medicamentos, mais ganham.

Tipo, roubem os doentes e vamos todos encher os bolsos à custa disso...

Ca festa que é este portugalzinho à beira mar plantado.

 

O meu pai é doente crónico e abasteceu-se de alguns medicamentos. Não porque tenha sido avisado pela farmácia, mas porque todos os dias está a atento ao roubo que nos fazem. Aliás, é impossível não estar.

E já agora, até acho muito bem a atitude das farmácias. É crime avisar um doente que o preço do medicamento que tanta falta lhe faz vai aumentar? Já não descontamos mais do que suficiente? Epá, que tire do salário dela para arcar com a despesa em medicamentos, que nós já tiramos muito do nosso para suportar o circo em que se tornou este país.

 

Muito Obrigado

Já repararam no meu new blog. Muito Pink. Muito Outono. Muito fofo. Todo Pinoca como me disseram num comentário.

Lindo, lindo, lindo... até dá vontade de escrever um monte de coisas. Era só a minha vida ser mais interessante e eu ter mais assuntos (e dinheiro já agora).

Ora bem, isto tudo deve-se à paciencia de Jó da Thathys mais uma vez... que além do seu Artur, agora também tem que me aturar a mim! Eu não conheço a Thathys pessoalmente. Mas gosto da Thathys. E do Artur.

A Thathys já me aturou as mágoas, já me ouviu (leu) quando mais ninguém parecia ter paciência.

No outro dia deu-me uma pequena lembrança e nem imagina o que é que aquele gesto fez por mim. Por isso tudo: Obrigada :)

 

(A lembrança que eu tenho para ela está à meses à espera de ser enviada... pffff!)