Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

RIP

Eles são chamados de burros. Um bando de ''comedores''. Que andam aí aos tinónis sem motivo nenhum... E aceleram por essa estrada fora, pondo em risco a vida dos demais, apenas para brincar às ambulâncias. E são vaiados nas ruas. E agredidos muitas vezes... e tratados como gente inferior. Já ouvi quem lhes chamasse ''gente com muito tempo livre''.

Um colega saiu do trabalho e foi directo ao quartel. De madrugada chamaram para acudir a uma pessoa vitima de uma intoxicação. Não se sabia o que tinha tomado e era urgente chegar ao hospital para se fazer o diagnóstico. Podia ser grave.

Saiu apressado a meio da noite depois de 10h de trabalho com mais 3 colegas. Semáforos. Uma viatura que se apresentou no mesmo cruzamente à mesma hora. Colidiram. Ambas as viauras ficaram desfeitas... Todos receberam tratamento hospitalar. O F. tem vários pontos no rosto. O L ficou com as pernas negras e o Z, o condutor não conseguia falar.

No dia seguinte a culpa não era do BMW que se apresentou pela esquerda, desrespeitando a viatura prioritaria. A culpa era da ambulância que andava a brincar na estrada. Era dos bombeiros andam sempre a exagerar... DE CERTEZA que a situação nem era grave. E, apenas numa manhã ouvi 257 teorias diferentes sobre o acidente. Gente que jurava de pés juntos  que havia assistido a tudo.

Ninguém pensou que, sei lá, aqueles 3 homens puseram a própria vida em risco para ajudar alguém que nem sequer conheciam. Pormenores!

Nos incêndios da semana passada, soube que o chefe R esteve 3 dias sem dormir. Chegou exausto depois de 3 dias de combate a incêndios. Mal falava. E como ele existiam mais homens na mesma situação. Homens com esposa e filhos em casa.

E agora? Não há palmas nem menções honrosas... nem posts para heróis por esta blogosfera fora. Não há palavras de conforto nem de carinho...  

 

Um Bombeiro é o vizinho do lado, um homem com a memória de um rapazinho.
Nunca superou a excitação dos motores, das sirenes e do perigo.
É um tipo como eu e tu, com verrugas, preocupações e sonhos não realizados.
No entanto, está mais alto do que a maior parte de nós.

Ele é Bombeiro!

Põe tudo no limite quando a sirene toca.
Um Bombeiro é, ao mesmo tempo, o mais afortunado e o menos afortunado dos homens.
É um homem que salva vidas porque já viu demasiadas mortes.
É um homem amável porque viu o poder imponente da violência fora de controlo.
Ele é sensível ao riso de uma criança porque os seus braços já seguraram demasiados corpos pequenos que nunca mais rirão.
É um homem que aprecia os prazeres simples da vida, café quente seguro por dedos inflexíveis e dormentes, uma cama quente para descansar o corpo exausto, a camaradagem de homens valentes, a paz divina e o serviço desinteressado de um trabalho bem feito em nome de todos os homens.
Ele não acena bandeiras nem grita obscenidades.
Quando marcha, fá-lo em honra de um camarada falecido.
Ele não prega a fraternidade do homem...


ELE VIVE-A !

18 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D