Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Balanceando...

   Nesta segunda-feira, já farta de dar voltas à cabeça, a tentar descortinar uma qualquer solução para os meus problemas e já triste por mais uma conversa (se é que lhe podemos chamar assim!) com ele... dei conta o quão andam desorganizadas as ideias na minha cabeça. E o quanto ela está cansada.

   Preciso primeiro de arrumar a casa! No sentido literal to termo. Preciso de organizar as minhas coisas... preciso de arquivar os meus assuntos, de ler os meus livros, arrumar as coisas espalhadas pelos cantos e limpar todo o pó acumulado! Depois é preciso me dar ao luxo de descansar de todo este trabalho. Parar para pensar e arrancar de novo, como se de uma viagem nova se tratasse! Não descurar mais de mim mesma. Afirmar-me mais quando vieres de novo acusar-me ou então ignorar-me como o fazes tantas e tantas vezes! Tornar-me insensível a ti se necessário! E a quaquer outra pessoa ou situação se tiver que ser!

   Valorizar mais aquilo que tenho e ir descartando ainda que aos poucos e conforme as circunstâcias mo permitam aquilo que (já) não me interessa ou que me faz mal, ainda que essas mesmas circunstâncias muitas vezes rumem contra! E é aqui que as fraquezas se tornam cada vez mais fortes! Quando os murros que damos não derrubam nem as pedrinhas mais pequenas que vamos encontrando no caminho. Quando os dias se tornam todos iguais, sem perspectivas e vemos a nossa vida a andar em circulos,ou até pior, a terrível sensação com que fico, a de que nem sequer saí do lugar.

   Mas em vez de valorizar a falta de resposta à candidatura de emprego, tentarei valorizar o facto de ter metido mãos à obra e ter enviado mais uma! Sei que não vai ser fácil, sei que nem sempre vou conseguir manter-me assim, mas estou disposta a (continuar) a tentar.

   No meio de tudo isto, vou parar mais vezes para respirar fundo. Para analisar e pensar e voltar atrás se necessário.

   E nos entretantos, virei cá escrever mais posts sobre as minhas fraquezas, sobre as minhas derrotas, sobre os meus estados de desânimo, mas também serão escritos outros tantos sobre a minha vontade de mudar tudo isso!

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D