Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

O desânimo fica para depois...

Sábado de manhã acordo sempre a custo (para falar a verdade, acordo a custo todos os dias mas pronto...) venho trabalhar sempre a pensar: 'Vá lá Angela, é só mais uma manhã e depois estás de fim de semana. Vá lá, vá lá, vá lá, o desânimo fica para depois...'

E eu sei que é esta manhã que custa sempre mais a passar, mas eu tenho que trabalhar e atender clientes, o desânimo tem que ficar mesmo para depois. Mesmo sabendo que os Sábados são os meus dias mais cansativos. Aos Sábados tenho sempre quinhentas coisas para fazer e nem por isso o dia tem mais horas que as normais 24. E eu chego ao fim do dia de rastos, mas sem tempo para me entregar ao cansaço porque tenho o jantar com o P. (temos tão pouco tempo durante a semana que saímos sempre ao Sábado para jantar.) o cafézinho a seguir... e há que estar minimamente bem disposta. O cansaço e o desânimo ficam então para depois. 

Os dias têm estado cinzentos e eu em dias assim fico igual: cinzenta! Talvez seja o frio que me faça sentir assim. Encostei os livros e parei de ler. O trabalho está a tornar-se chato e até as pessoas de quem gosto estão a tornar-se menos suportáveis. A vontade em isolar-me cresce a cada dia que passa e eu já cansada de lutar contra, começo a ceder. Começo a acreditar que estar só um pouco isolada seria até bom e os planos e o entusiasmo do fim de semana desvanecem-se. Este fim de semana queria apenas enfiar-me debaixo de lençóis e cobertores. Beber bebidas quentes, ficar sozinha com a tv e esquecer relógios e telefones.

Mas depois penso que isso seria desistir. E como eu nem sou assim, vou ver se contrario o boletim meteorológico, vou ver se me esqueço da tv e vou pôr o meu melhor relógio para ver se aproveito os minutinhos todos. E vou ver se ponho um sorrisinho também, nem que seja pequenino... E deixo o desânimo para depois!

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D