Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Rotinas

Levanta-se a todo o custo e amaldiçoa as horas da manhã que chegaram tão rápido. Reclama também com o despertador que só toca uma unica vez e dirige-se para o chuveiro. Depois do banho rápido escolhe minunciosamente a roupa que vai vestir. Pode ser que se sentir bonita também se sinta melhor consigo mesma. Mas não se sente! Olha-se no espelho e não gosta do que vê! Mesmo sabendo que é muito invejada... ri até. Inveja de quê?! De um corpinho bonito?

 - Não só! És inteligente, objectiva... defendes bem as tuas opiniões e fundamenta-as. Disseram-lhe uma vez...

E ela pensou:

 - Pois. E isso tudo de quê que me serve?!

Já não toca no livro que arranjou para ler. Não tem tempo para fazer as coisas de que mais gosta porque tem sempre muito que fazer e cansou-se de pedir ajuda sem obter resposta.

Sai apressada de casa, de manhã anda sempre a correr e nunca consegue chegar às nove em ponto. Come quelquer coisa no café, sente-se intimidada até com a empregada gorda de buço e dentes da frente careados. Amaldiçoa aquela auto-estima tão baixa e roga por uma 'quaquer coisinha' que a faça sentir-se melhor. Sai de fininho e prepara-se para começar a trabalhar.

Não gosta daquele emprego onde se sente desvalorizada, apesar desse sentimento já não ser novo, uma vez que há muito tempo que não se sente verdadeiramente valorizada em casa também! Pensa que queria apenas alguém ali para conversar um bocadinho, a ver se enganava a solidão... Sente-se presa. Apertada numa vida que apesar de não lhe correr mal, também não a faz feliz. Pensa quando é que foi a ultima vez que se deitou no sofá a ver tv? Quando é que foi a ultima vez que dormiu até às 10h? Quando é que foi a ultima vez que chegou a casa antes das 23h? Não se lembra.

Sabe apenas que às 19h terá outros afazeres. Afazeres esses que lhe roubam a paz, o descanso e a vontade de sorrir... No fim sabe que ninguém lhe vai agradecer e sai cansada. No caminho de casa ouve a musica baixinha na rádio do carro e chora... Mais baixinho que a musica para não se ouvir.

Chega a casa e atira-se na cama querendo adormecer o mais rápido possível, já não aguenta mais aquele dia. Quer que o amanhã chegue rápido. Mas no fundo, ela também sabe que o dia de amanhã será exactamente igual ao de hoje.

Pensa na roupa que vai vestir amanhã. Pode ser que se sentir bonita, também se sinta melhor!

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D