Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por cá...

Por cá...

Gajedo

Cheguem-se cá e confessem-se:

 - Somos mesmo todas umas cabras umas para as outras e andamos para aqui cheias de moralismos ou de facto há mulheres sinceras umas com as outras e que se defendem e coiso? 

 

Pergunto isto porque, no meu 3º emprego, tenho uma colega que se veste assim de forma mais arrojada vá. Sem falsos mimimis, a miuda é gira, tem ali tudo no lugar e sim, tem pernas para mostrar, um decote que até a mim me faz olhar e mostra sem medo as curvas (que também as tem, esqueçam lá isso das moças fit sem chicha, ela tem-na) com roupa que além de curta é justa e ainda lhe junta os saltos altos.

Se lhe fica bem? Claro!

Se eu (opinião pessoal ok? vale o que vale) acho que é forma de se vestir para um trabalho de atendimento e comercial? Epá, não! Não acho apropriado pá, pronto. Chamem lá o pelotão de fuzilamento. 

No outro dia, estava ela com um macacão justo e curto, levantou-se para ir ao bar beber café e pedir algo para comer e quando voltou vinha chateada, melindrada, ofendida, sei lá como, porque um dos sócios do espaço, supostamente olhou para ela com ar demasiado lascivo, o que a fez sentir-se desconfortável. Uma outra senhora, segundo ela mirou-a de alto a baixo, e ainda houve um dos clientes que ela tentava angariar que em vez de estar atento ao que ela lhe dizia, lhe fez foi um piropo e estava mais interessado em conseguir convida-la para sair do que naquilo que ela estava a dizer. Não entende porque é que isto lhe acontece.

Eu não disse nada, apenas a ouvi e acenei com a cabeça perante a indignação da rapariga.

Quando dei por mim estava a pensar: ''Oh pá, vestida dessa forma, é normal que aconteça, é que não sobra muito para a imaginação...'' Mas depois dou por mim a pensar: isto não é um pouco aquela coisa do ''estavas mesmo a pedi-las?'' É que se for, então eu sou uma pessoa horrível que pensa contra tudo o que acredita.

Porque eu acho que uma mulher pode e deve andar como quer (até ir à praia de burkini), sem ter que estar constantemente a ser assediada ou catalogada, sei lá. Mas depois quando estas coisas acontecem, eu entendo porque acontecem. Serei uma falsa moralista? Uma hipócrita...

Ou melhor: Estão a acompanhar-me o raciocinio sequer?  

 

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D